segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

O AMOR VENCE O RACISMO

É preciso reconhecer que a Literatura de Cordel sempre esteve eivada de preconceito contra os negros, mas atualmente muitos poetas estão trabalhando essa temática sob outra perspectiva, e é isso que busco fazer nesse romance, classificado em segundo lugar no Concurso Nacional promovido pelo governo do Estado da Bahia em 2004.

Sem postergar mais a data
Começo neste momento
A versejar uma história
De amor e sofrimento
Amor que vence barreiras
E quebra constrangimento.

Peço licença aos ouvintes
A paciência a quem ler
E a quem ama o cordel
Ofereço este prazer
Pois, poesia é quem faz
Todo amante viver.

A Deus, eu peço à força,
A Jesus fé e razão,
A Maria simplicidade
Ao Espírito inspiração
A Paulo peço coragem
A Pedro intercessão

AQUI ESTÃO AS PRIMEIRAS ESTROFES DO CORDEL. SE QUISER LÊ-LO NA ÍNTEGRA ADQUIRA ATRAVÉS DO E-MAIL: varnecicordel@yahoo.com.br

2 comentários:

Anônimo disse...

Gostei muito do cordel...
cantei ele na minha escola

Anônimo disse...

Muito bom ameiiiii