sexta-feira, 23 de setembro de 2016

CORDEL NA ESCOLA OSWALDO ARANHA

Na última quarta-feira, convidado e acompanhado pela produtora Telma Queiroz, fui ao Colégio Oswaldo Aranha, ministrar uma palestra sobre o cordel brasileiro. Gabriela foi nossa primeira anfitriã, seguida pelos professores Paulo e Vagner que nos receberam alegremente. Depois carinhosamente fomos acolhidos pelos alunos que formaram uma plateia diversificada, instigante e inteligente. Por cerca de uma hora e meia conversamos sobre poesia, cordel, literatura e outras coisas mais. Por fim comecei a chamar os alunos para que apresentassem as suas poesias, e para nossa surpresa, as produções eram de excelente qualidade e aconteceu, literalmente, um sarau. Agradeço por compartilharem com todos nós o trabalho produzido naquela escola e espero que vocês continuem brilhando no palco da vida e que o Cordel seja mais uma luz a clarear vossos caminhos. Parabéns a todos os envolvidos na atividade.






terça-feira, 20 de setembro de 2016

CORDEL NO LINEU PRESTES

A semana passada os alunos do Colégio Lineu Prestes estiveram na biblioteca Belmonte para assistirem uma palestra que ministrei sobre o cordel brasileiro. Dada a repercussão do evento fui convidado a comparecer direto no colégio para falar aos alunos que não haviam tido a oportunidade de irem a biblioteca. Hoje falei para cerca de 150 alunos que ficaram, como sempre, encantados com o cordel. Agradeço a direção do colégio e a todos os alunos por prestigiarem o nosso trabalho e esperamos que o cordel continue arrebanhado o número sem fim de leitores.







quarta-feira, 14 de setembro de 2016

CORDEL ENCANTA ALUNOS NA BELMONTE

Cerca de 120 alunos lotaram ontem no auditório da Biblioteca Belmonte para participar da palestra sobre cordel. Fui convidado pelo professor Robson que coordena um ciclo de discussão sobre cultura brasileira e esse gênero literário, surgido no chão nordestino, através de Leandro Gomes de Barros, não poderia ficar de fora de um evento tão significativo. Alunos de duas escolas de Santo Amaro, Lineu Prestes e Alberto Conte acompanhados dos seus professores e professoras se mostraram uma plateia maravilhosa e participativa, além de amigas e amigos do professor Robson. Contamos com o apoio sempre gentil da equipe da Biblioteca e na pessoa da Dorinha agradecemos a todos pela gentileza. Que o cordel continue ocupando cada vez mais os espaços para que este gênero literário possa fazer parte da vida de todos os brasileiros que amam a leitura. Ainda haverá mais palestras acompanhem pelo facebook da Biblioteca.







segunda-feira, 29 de agosto de 2016

LANÇAMENTO DO LIVRO SÃO PAULO EM CORDEL

Hoje pela manhã participei do lançamento da obra, que se tornará o cartão postal da Pauliceia, composto por 14 autores: Antônio Francisco, Arievaldo Viana, Costa Senna, Crispiniano Neto, Dideus Sales, Izabel Nascimento, João Gomes de Sá, Marco Haurélio, Moreira de Acopiara, Pedro Monteiro, Tião Simpatia, Zé Maria de Fortaleza, Rouxinol do Rinaré, o ilustrador Kazane e eu. Cada um desses autores discorreu sobre um monumento turístico ou histórico de São Paulo. O livro está um primor e foi publicado pelo IMEPH a quem agradecemos na pessoa da Lucinda Marques. Quem aprecia o cordel brasileiro agora terá um pouco da história da capital bandeirante cortada e ornada pela beleza da rima e da melodia do cordel. Quem quiser adquirir sem exemplar basta entrar contato com a editora ou com a gente 







sexta-feira, 26 de agosto de 2016

CORDEL ENCANTA ALUNOS DO COLÉGIO MAGISTER

No último dia 22 estive no colégio Magister, unidade Sabará. A ida a esta escola aconteceu por conta da adoção do Livro A ESCRAVA ISAURA EM CORDEL, entre outros, da Coleção Clássicos em cordel publicado pela editora Nova Alexandria. Por cerca de uma hora falei a respeito da história, da rima, da métrica e do processo criativo desse gênero literário. Os alunos estavam afiadíssimos e fizeram perguntas sobre os mais diversos aspectos da vida de um escritor. É salutar para todo autor, dialogar com quem ler a sua obra e mais ainda, faz dela, parte da sua formação escolar. Os alunos, numa faixa etária de catorze anos, se encantaram com o cordel, também não poderia ser diferente, essa arte ao longo dos anos tem fascinado milhares de leitores pelo Brasil inteiro. Agradeço a Nova Alexandria na pessoa do Paulo, as professoras presentes no evento e a coordenadora Rosana que nos acolheu tão gentilmente.







quarta-feira, 24 de agosto de 2016

CORDEL NO ANIVERSARIO DO CAPS





Sábado passado, dia 20 de agosto de 2016, a convite do meu amigo e escritor Adenildo Lima, participei com o poeta João Gomes de Sá do 26º aniversário do CAPS (Centro de Arte e Promoção Social), do Grajaú, SP. Essa entidade, sem fins lucrativos, foi criada pela filósofa e poeta Maria Vilani, uma cearense que se incrustou no bairro do Grajaú e lá plantou o que de melhor ela tem: amor, arte e poesia. E o mais importante disso tudo, conseguiu atrair várias pessoas para abraçar este projeto como voluntárias e ao longo desses anos espalham conhecimento pelo bairro. Agradecemos ao convite do Adenildo, a acolhida do Caps na pessoa da Vilani e torcemos para que esta instituição continue sendo uma semente do bem e da ternura para quem precisar no imenso bairro do Grajaú que está sendo enlevado pela cultura.


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

CORDEL ENCANTA ALUNOS DO CECÍLIA MORAES

Um ano depois voltei ao Colégio Cecília Moraes para me encontrar e falar de cordel, com os novos alunos da EJA (Educação de Jovens e adultos). Cerca de oitenta alunos foram reunidos na sala de leitura para discutirmos um pouco sobre o cordel brasileiro e o que é este gênero literário, que cada vez mais, encanta leitores, professores e alunos Brasil afora. Foi gratificante retornar a escola, local onde em 2014 sob a tutela da professora Lucineide Vieira, realizamos um projeto no qual envolveu toda a unidade escolar. Agora voltei para apresentar o cordel aos novos alunos que chegaram a unidade em busca do aprendizado.




sexta-feira, 19 de agosto de 2016

PROGRAMA DISCUTE A RELAÇÃO DA TV COM O CORDEL

Juntamente com a cantora e poetisa Edimaria e o professor Doutor Paulo Iumatti participei do programa VER TV da TV Brasil, cuja temática foi discutir a relação da televisão com o cordel brasileiro. Apresentado pelo sociólogo e também professor da USP Lalo Leal, o nosso bate papo durou cerca de uma hora, onde foram abordados diversos aspectos desse gênero literário que vem marcando o cenário da cultura nacional. São programas como estes que possibilitam uma discussão mais apurada sobre o cordel e a cultura de um modo geral. Agradecemos ao Edmilson por ter sugerido esta pauta. O programa vai ao todos os domingos as 22:00h., e assim que ele for veiculado aviso aqui na minha página para os amigos e amigas, amantes do cordel poderem assistir.




terça-feira, 16 de agosto de 2016

PERGUNTA IDIOTA 2 E INICIAÇÃO SEXUAL NA ZONA RURAL

Após se esgotar três edições do PERGUNTA IDIOTA TOLERÂNCIA ZERO, e dez mil exemplares serem espalhados, chega o segundo volume, um pedido de muitos leitores. Esse cordel reúne as frases do cotidiano, pois que mesmo sem querer, todos nós fazemos perguntas idiotas. A obra traz respostas que irão te fazer morrer de rir, mas fique vivo. A segunda obra INICIACAO SEXUAL NA ZONA RURAL é um relançamento, pois já havia publicado independente e a editora Tupynanquim feito uma edição. Foram vendidos cerca de cinco mil exemplares e como é um cordel que discute uma problemática interessante, agora ganha novos voos com a marca da Luzeiro. Quem quiser adquirir as duas obras é só entrar em contato e na promoção do lançamento não paga o correio. As capas são do brilhante ilustrador Walfredo de Brito.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

DEBATE LITERÁRIO NO ECP DO GRAJAÚ

A periferia está movimentada e a cultura rola solta em vários locais. A convite das amigas Valéria Ribeiro e Gi Barauna conheci o Espaço ECP, do Coletivo Expressão Cultural Periférica da região do Grajaú. Expressão Cultural Periférica também é o nome da revista que teve o lançamento do quinto número. Participei de um debate com o escritor Adenildo Lima e a escritora Guerreira Xue sobre a produção literária, com a participação de jovens, estudantes, professores, jornalistas, ou seja, presença forte da comunidade engajada, que busca melhorias para o bairro. A revista lançada foi toda produzida pelo Coletivo desde as matérias a impressão. Uma tarde rica em aprendizado. No mês de outubro a revista Expressão Cultural Periférica publicará a entrevista concedi, a esta, que vem se tornando uma marca da comunicação no bairro do Grajaú. O escritor Adenildo Lima, cansado de buscar editoras, fundou a sua e já tem vários livros publicados, mas este é assunto para outra postagem.





PAULO DANTAS E O SERTÃO DE VERSOS DOIDOS

Com o poeta João Gomes de Sá e Maria José Freitas, na noite de ontem me dirigi a cidade de São Bernardo do Campo prestigiar um amigo recente, Paulo Dantas, que se apresentou no Ferradura Bar, local tradicional da cidade pela ênfase à boa música e a poesia. No espetáculo Paulo Dantas navegou pelos causos, contos e poesias, muito bem decorados e recitados com maestria, interpretação e performances das mais variadas. Parabéns meu amigo, seja bem vindo ao nosso meio poético e obrigado pela sua amizade e por no dia da sua estreia, ainda ter a gentileza de nos convidar ao palco. Rafael jovem poeta e ex-aluno de Paulo foi bom conhecê-lo assim como foi legal demais reencontrar Zaca de Oliveira. Viva a poesia.