quarta-feira, 13 de junho de 2018

VARNECI NASCIMENTO LANÇA MAIS UM LIVRO


O escritor Varneci Nascimento está lançando o livro PARA REFLETIR E GARGALHAR, mesclando poemas engraçados com aqueles mais engajados, seu lado ainda pouco conhecido em sua obra. A publicação é das editoras Areia Dourada e Luzeiro. Abaixo segue a sinopse do livro:

"O traço essencial do poeta Varneci, em sua produção no cordel, está na crítica dos costumes, nos conselhos e reflexões morais, na religiosidade singrada pelo cristianismo, na luta social, nas histórias rurais, no humor e em lides da historiografia. Acostumado a apresentar-se para o público, utilizando-se de uma expressividade genuína, sem artificialismos, tem declamado poemas curtos que navegam por esse mar de experiências textuais. Muitos dos poemas deste livro já foram apresentados oralmente, quando ganham vida para além do papel."

COMO ADQUIRIR SEU EXEMPLAR?
Com o autor: varneci@gmail.com WhatsApp 11 9 8452-0744
Nas bancas: Banca Curva Rua Dr. Cesário Mota Junior, 340
Banca do Nilton: Ao lado metrô Anhangabaú na parte de cima
Nas editoras:
Areia Dourada: editoraareiadourada@gmeil.com







terça-feira, 22 de maio de 2018


CORDEL NA BANCA CURVA

Amantes do cordel São Paulo acaba de ganhar mais um ponto de vendas do cordel, é a BANCA CURVA, localizada na Rua Dr. Cesário Mota Junior, 340, na esquina da rua General Jardim, na calçada da Biblioteca Monteiro Lobato. Agora quem aprecia o cordel tem mais esta opção que chega para ficar como espaço democrático e criativo. Deixei além de cordéis de minha autoria, alguns clássicos como o Pavão Misterioso e O Cachorro dos Mortos. Quem ainda não conhece o espaço vale a pena chegar junto para bater um papo com o Rodrigo Motta, conhecer o trabalho de muitos escritores e artistas independentes, entre eles eu, o menor entre os maiores. A BANCA CURVA funciona de terça a Sábado das 13 as 19:00 horas.





sábado, 10 de março de 2018

LANÇAMENTO DO CORDEL SOBRE DONA YAYÁ








Ontem fiquei muito feliz com o lançamento do Cordel DE SEBASTINA A DONA YAYÁ na Casa de dona Yayá localizada no Bixiga. Em torno dessa obra e da presença da mulher no cordel brasileiro, se reuniram as pesquisadoras Fanka Santos (UFCA) e Rosilene Alves de Melo (UFCG), juntamente com o professor Paulo Iumatti. É bom ver uma obra repercutindo dessa forma e oxigenando a formação de um público leitor, além de possibilitar que mais pessoas possam conhecer a trajetória de Dona Yayá, cuja história precisa ser cada vez mais divulgada. O cordel será distribuído gratuitamente, por isso quem passar pela Rua Major Diogo, 353, entre na casa de dona Yayá e pegue o seu exemplar para agregar mais cultura a sua vida. Registro meus agradecimentos a todos, a professora Monica Junqueira, Gabriel e Cibele e a poetisa Cleusa Santo.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

LANÇAMENTO DO ALZHEIMER VS JUÍZO

Após o lançamento de um livro, só temos uma coisa a fazer: agradecer a Deus, e no meu caso a minha parceira EdiMaria, aos nossos familiares que nos apoiam, aos amigos e amigas que deixam tudo para nos prestigiar. Outros artistas que descem do palco e viram plateia. Minha gratidão a todos que compareceram no sábado para nos ver, aplaudir, comprar o livro, participar do coquetel, enfim passar três horas juntos de muita alegria e congratulação. Minha eterna gratidão a todos e todas que foram nos abraçar e até os anônimos que nos aplaudiram e participaram conosco. Muito obrigado!!!
PS. Não citei nomes para não ser injusto.






























sexta-feira, 27 de outubro de 2017

COLÓQUIO REPENSANDO O “POPULAR” NA USP

Hoje as 16h., participei da Mesa 6, discutindo a Literatura, juntamente com escritora Dinha Maria Nilda, Elena Pajaro Peres (IEB-USP), tendo como mediador nosso querido Paulo Teixeira Iumatti (IEB-USP). Numa discussão de alto nível cada um discorreu sobre os pensamentos e as tendências literárias da atualidade. Pensar a literatura brasileira é dever de todos nós escritores e leitores para que ela atinja o leitor de maneira eficaz e transformadora. As fotos dessa postagem são do meu amigo Erik a quem agradecemos pela honrosa presença.