sábado, 19 de dezembro de 2009

POETAS LEVAM CORDEL A CLÍNICA DE HEMODIÁLISE




Todos sabem como é difícil enfrentar a doença, seja ela qual for. Quem faz hemodiálise passa no mínimo 12 horas, em três dias por semana fazendo a filtração do sangue, processo necessário no tratamento. No último dia 16 estive na clínica CETENE com o poeta Nando para levar a poesia de cordel aos pacientes que lá estavam. Foi um momento ímpar para nós, sobretudo, por ser a primeira vez que fizemos isso em um hospital. É indescritível ver o sorriso dos pacientes após ouvir a poesia e graça do cordel. Esperamos poder fazer isso mais vezes. Agradecemos aos funcionários da CETENE que tão bem nos receberam.

Um comentário:

Josue Gonçalves de Araujo disse...

Um dia eu ficarei muito feliz de participar dessa empreitada do cordel. Parabéns pra voces.